Reflexo Mulher

A força do trabalho de Denise Araripe reside em um domínio incontestável desse universo onírico de mulher, de criança, de adolescente, ao qual ela parece nunca ter renunciado e que ainda a anima.

Ela o explora, o descobre graças a uma estética própria que a leva em um mundo “do outro lado do espelho”, onde ouro recobre os sonhos de menina, onde as personagens saem dos romances da adolescência.

 

Suas pequenas esculturas preciosas, luminosas, presas em sua estranha beleza barroca, fascinam, atraem e cativam. Sua exposição, em uma coerência quase perfeita e muito tocante, demonstra a maturidade de uma artista que até hoje, após longos anos de trabalho, não desejara mostrá-las.

Será pudor, egoísmo, ou vontade de ser a única a poder viver no meio dos seus “maravilhosos” segredos e dos seus encantos ?

O resultado é que trata-se, hoje, de uma revelação, uma extraordinária demonstração, e um “aboutissement”.

Romaric Büel

(c) Denise Araripe 2017